24.12.07

A esperança



Se eu beber dessa luz que apaga
a noite em mim
e se um dia eu disser
que já não quero estar aqui
na incerteza de saber
o que fazer, o que querer
mesmo sem nunca pensar
que um dia o vá expressar
não há outro que conhece
tudo o que acontece em mim
(Eu Sei, Sara Tavares a partir do Salmo 139)


Há muito que deixei de ser criança, mas espero nunca vir a perder a capacidade de me emocionar com a ideia de comunhão à mesa, nem de me entusiasmar com a ideia de agradar a quem amo nem, sobretudo, de me regozijar com a ideia de que, a cada novo ano, me posso superar e tentar fazer melhor. Porque para mim esse é o verdadeiro espírito desta quadra.
Feliz Natal.

10 comentários:

edu disse...

A esperança é dos mais belos sentimentos humanos. Que a tenhamos em abundância!

Beijo e boas festas, meu querido amigo!

Goiano disse...

querido feliz natal
que a luz divina ilumine sua vida
bjos!

Will disse...

Não teria dito (escrito) melhor...

Um Natal muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuitoooooooooooooooooooooooooooooooo feliz caro Oz!

Um abraço Natalício,

Will

rato do campo disse...

É por aí, é por aí

rato do campo disse...

Abraço e continuação de boas Festas!

Megafashionist disse...

FelizNatal!
E eu amo o Brasil mais que tudow!

Trintinha disse...

Gatooooo! Achei teu post barbaro! amei! Beijos!

Alberto Pereira Jr. disse...

geeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeente!!!

eu AMOOO essa música da Sara Tavares! achei que só eu conhecia.. hehehe

culpa das novelas da globo.. ela foi trilha da A Padroeira no início de 200...

muito lindaaa
eu sempre me empolgo qdo ouço ou leio os versos dessa canção.. chego a ficar arrepiado.. minha mãe passou agora no corredor dos quartos aqui em casa e me repreendeu por estar cantando (gritando) os versos que vc pos no blog!!!!


feliz natal atrasado.. mas com a sara tavares tudo fica bem!

:D

FOXX disse...

mas sabe o que é pior?
naum é necessario ser mto velho
pra perder essa esperança


feliz 2008

pinguim disse...

O Natal passou, graças a Deus...
Para ti, amigo Oz, um muito bom ano de 2008 (é difícil, eu sei...)
Abraço.