16.11.07

Roupa a lavar (Série II)

Underwear por Hammerthor para a Comme des Garçons, in Wallpaper Dez. 2007


Surround me with your love
Understand me
I need you now
Surround me with your words
Understand me
I need your love

(Surround me with your love, 3-11 Porter)


Chateiam-me os cretinos que gostam de meter todos os gays no mesmo saco, atribuindo-lhes tiques e manias que beiram quase sempre a caricatura. Mas fico ainda mais lixado da vida quando constato que, às vezes (e só às vezes), até têm uma certa razão. Vai daí, e como tenho sentido de humor, hoje tirei o dia para me dar à paródia (brincadeira, para quem não conhece o termo).

---------------------------------

Ligo o telemóvel (celular) e tenho uma mensagem escrita de um tal Rui P.

- Rui P., que Rui P.? Pergunto-me
- Ah, o Rui!

Fez-se luz. O rapaz, que já mereceu algumas referências no meu blogue anterior, mudou-se com os atoalhados e apetrechos para um novo salão e resolveu comunicar-me.

- Filho da mãe! Logo agora que eu já me tinha habituado ao canapé de veludo lascivamente encarnado e àqueles olhos cravados nas minhas costas enquanto esperava pela vez.

Detalhe: os olhos espetados estão num papel de parede ― com a estampa Tema e Variazioni, de Piero Fornasetti ―, e o Rui não é massagista nem garoto de programa. Trata-se, apenas, de um tipo simpático a quem não adiantava de muito eu explicar o que queria ― invariavelmente, ele sorria, dava-me a entender que tinha percebido exactamente o que eu pretendia e depois fazia o que lhe dava na real gana! ―na hora de ele me cortar o cabelo. E agora, o que faço? Vou ou fico? Já não se fazem mais barbeiros como antigamente, é o que vos digo…

------------------------------------

Fim de tarde dedicado a algumas compras. O perigo dos empórios multimarcas é, se não tivermos o devido foco, acabarmos sempre em secções onde não era suposto… Eu até tenho, por agora pelo menos, o meu stock de roupa interior composto ― como já dei conta aqui, como se isso vos interessasse muito! ―, mas, uma coisa leva a outra, e quando vi já era tarde ― e não, a Comme des Garçons ainda não recorreu a rapazes bem apessoados como o que vem na produção da Wallpaper de Dezembro (caso para dizer que o Natal chegou mais cedo para alguns!), na foto acima, para promover, ao vivo e a cores, a sua nova linha de underwear masculina.
Desperta-me a atenção a marca espanhola UDY. Conhecida por tirar o habitual cinzentismo às cuecas, utilizando cores como o “encarnado diabólico” ― okay, começo a notar aqui um padrão recorrente; primeiro foi o sofá, agora são as cuecas… ― ou colocando caveiras em lugares anatomicamente estratégicos, a UDY lançou o slip Wonderman.
Fiquei intrigado, claro.
Pois é, meus caros, com as cuecas brancas certas podem dar uma melhorada no vosso perfil. Como? Se no caso das mulheres, o sutiã-maravilha sobe e junta as amigas para a apoteose final "unidas venceremos", já o truque da cueca-maravilha está numa pequena bolsa na parte da frente, onde se acomoda o dito cujo. É o suficiente, diz quem experimentou (?), para se olharam ao espelho e perguntarem: de onde saiu aquele tipo confiante que me sorrie do outro lado?!

------------------------------

A dúvida não me tirava o sono, mas deixava-me inquieto.
Sim ou não?
Sim ou não?
Sim ou não?
Por fim, e depois de umas experiências anteriores ― não muito bem sucedidas, devo admitir ― resolvidas no fio da navalha, resolvi que tinha de pagar para ver.
Paguei (e não me saiu barato!).
Marquei hora e lá fui. Mandam-me entrar para uma sala, com musiquinha de fundo e tudo ― deve ser para relaxar! Dispo a camisa e deito-me de costas na marquesa. Ela entra. Esfrega-me o peito e abdómen com uma loção desinfectante e depois passa pó de talco. Pergunta-me se pode baixar um pouco mais as calças na linha da cintura. Digo que sim, para ficar à vontade. Vamos falando e eu faço de conta que nem estou a prestar atenção à mistela viscosa que ela aquece à parte para não solidificar. E começou então a tortura...
Não sei o que foi pior: se a cera a grudar-se nos meus pelos, se o calafrio de antecipação sempre que ela se preparava para puxar (arrancar?) mais uma banda, se a visão da minha pele intumescida. Mas não soltei um ai.
Sim, que um homem pode até depilar-se, mas não se queixa como um mariquinhas! Agora, perguntem-me lá se vou repetir a graça?

7 comentários:

rato do campo disse...

Só de imaginar o pelinho que as pobrezinhas teriam que arrancar, para não falar dos guinchos que eu havia de dar, até me dão arrepios daqueles mesmo à séria!... Gabo-te a coragem! Abraço!

Ricardo disse...

Ahauahuahauahuhauahuahauahauahua!!!

E vc falando em coragem, pensei eu que ia relatar outro episódio!':D

Mas quer dizer que está com o peito lisinho???? UAU! Deve estar de arrasar! Eu pitel!!! hauahauhau!

Meu lindo, o Lê já fez o igual a ti! Gostou do resultado... depois que a irritação da pele pessou uma semana depois... mas não tem vontade de repetir!

Eu já depilei a barba por duas vezes. Relato das próprias aplicadoras, e fiquei a pensar como elas podem saber, a barba é a mais dolorida de todas as localidades! Mais que a bunda e seus meandros! AHauhauahauah!

Sério, o resultado é fantástico! Rosto liso a toda prova! Mas o problema é que tem que deixar crescer pra fazer de novo.. ou seja, eu que ou fico barbudo ou sem barba, e não posso me dar ao desfrute de barbas por fazer, não tenho como ficar nessa!

Meu fofo, adorei o nosso papo de ontem! VC é uma pessoa encantadora! (E nem me falou que estava peladinho, né???) (Ops! O peito, digo!) hauahuahauahuah!

Espero pode te achar novamente!

Beijão, meu fofo! Esperamos vc aqui qq dia desses!:D

Maurice disse...

Pronto... uma vez feita a cedência à depilação, vem aí o vértigo gay! :)
Ou não...!

Abraço

pinguim disse...

Oh amigo Oz
que desilusão, meu caro; além de caro e doloroso, o resultado, na minha prespectiva é desolador; não há como uns pelos bem distribuídos para aumentar o prazer do "roça-roça".
Mas cada um tem as suas opções... e eu respeito-as, à excepção de uma CERTA pessoa: ele que se atreva........
Abraço.

edu disse...

Eu também sou favorável a pelinhos estratégicos, vai daí meu gosto pelos chamados "ursos", mas adoraria estar contigo na hora do puxão - só pra ver aquela lágrima de dor escorrendo pelo canto do olho, hehehe... BEIJO!

Manuel Braga Serrano disse...

Shame on you... depilação??? crime lesa majestade! e, by the way, vais repetir a gracinha???

Manuel disse...

"vais repetir!?!"
Se bem que na altura do verão me apetece retirar alguns, no entanto algo sempre me impede de o fazer.
Um abraço e desculpa a demora até vir à tua nova casa.